A deputada Betânia Almeida (PV) lamentou hoje (10) os casos de violência urbana em Roraima. Em menos de 24 horas, dois venezuelanos foram assassinados em Boa Vista, com uso de armas de fogo. A polícia segue investigando a motivação e autoria dos crimes.

A deputada,  que é ouvidora e presidente da Comissão de Defesa dos Direitos da Família, da Mulher, da Criança e do Adolescente, na Assembleia Legislativa de Roraima (ALE-RR), aponta que as causas são diversas e “precisam ser combatidas urgentemente”.

“Os preconceitos racial, religioso e de gênero, tráfico de drogas, desigualdade social e impunidade são algumas das causas que têm contribuído para o aumento da violência urbana em nosso estado”, elencou.

Ao ser questionada como deve-se combater essas causas que provocam a violência urbana, a deputada aponta para o “trabalho de prevenção primária”, com o “mesmo tratamento para periferia e área nobre da cidade”, sugeriu.

Autora de vários projetos e indicações parlamentares, principalmente para combater a violência de gênero e feminicídio, no primeiro ano de mandato, a deputada apresentou o projeto de Lei nº 145/2019, que cria a Semana Estadual Maria da Penha nas instituições públicas de ensino em Roraima.

“É uma forma de alertar desde cedo, crianças e adolescentes, sobre a importância de respeitar as mulheres, combatendo e denunciando casos de violência de gênero, em casa, na vizinhança ou espaços públicos, por exemplo”, acrescentou.

Para finalizar, a deputada pede uma ação coordenada do poder público. “O crime pode ser organizado, mas as forças de segurança do estado são mais preparadas para combater a criminalidade e proteger a população”, encerrou.

Leia mais sobre os Projetos de Lei e Indicações Parlamentares de autoria da deputada estadual Betânia Almeida (PV)

Confira na íntegra, mais de 100 Indicações e cerca de 60 Projetos de Lei de autoria da deputada Betânia Almeida (PV):

Ano 2019:
PLs e Indicações
(aqui)

Ano 2020:
PLs (aqui) e
Indicações (aqui)

Ano 2021:
PLs (aqui) e Indicações (aqui)

Por Ascom/DBA