Um levantamento feito pela plataforma Melhor Plano mostra que Roraima tem a 4ª pior velocidade de internet do Brasil, ficando à frente apenas de Bahia, Alagoas e Sergipe.

Segundo o estudo, a velocidade média da internet no Brasil é de 58 Mbps. Em Roraima, ficam bem abaixo desse valor: 42,05 Mbps.

Em maio deste ano, a deputada Estadual Betânia Almeida (PV) protocolou o Requerimento nº 09/2021, que pede informações à empresa Oi “sobre o funcionamento e estrutura do fornecimento de dados e informações por cabo de fibra óptica para Roraima”, destaca.

Segundo a deputada, ouvidora Geral da Assembleia Legislativa de Roraima (ALERR), tanto a Ouvidoria, como o Procon ALERR, tem recebido muitas reclamações dos usuários de internet em Roraima.

Um mês depois, no dia 9 de junho, o plenário da ALERR aprovou por unanimidade o Requerimento, solicitando ao responsável pela concessionária de telecomunicações, a empresa Oi Roraima, Francisco Edson de Souza, esclareça, detalhadamente, informações acerca do fornecimento de dados e informações, por meio de cabo de fibra óptica, para o estado de Roraima.


As cinco perguntas feitas pela Deputada Betânia Almeida (PV) à empresa Oi Roraima: 

1) Quantidade de vezes que o cabo de fibra óptica sofreu interrupção no ano de 2020 e 2021?
2) Quais as localidades onde essas interrupções ocorreram?
3) Em que condição esse cabo óptico faz a interligação entre os estados do Amazonas e Roraima? Se aéreo ou subterrâneo?
4) A alternativa de fornecimento de serviço de internet, via cabo óptico, pela Venezuela ainda existe?
5) Qual o tipo de acordo foi homologado com os povos indígenas para autorização da passagem do cabo de fibra óptica entre os estados do Amazonas e Roraima?

Até o momento, a empresa Oi Roraima não respondeu nenhuma das perguntas.

Neste sábado, 11, a ouvidora geral da ALERR, deputada Betânia Almeida (PV) voltou a cobrar explicações da empresa e considera o silêncio “uma falta de respeito [da empresa] com a população de Roraima”, classificou.

“Vamos continuar cobrando uma explicação da Oi Roraima. A nossa população paga o mesmo valor que o restante do país, e tem a velocidade bem abaixo da média nacional registrada no Brasil”, lamenta a parlamentar.

Notícias relacionadas:

Confira na íntegra, as Indicações e Projetos de Lei de autoria da deputada Betânia Almeida (PV):

Ano 2019:

PLs e Indicações (aqui)

Ano 2020:
PLs (aqui) e
Indicações (aqui)

Ano 2021:
PLs (aqui) e Indicações (aqui)

Por Ascom/DBA

Visite nossas Redes Sociais

Site Oficial: https://betaniaalmeida.com.br/
Facebook:
https://bit.ly/337Cng4
Instagram:
https://bit.ly/3iO6LC9
Twitter:
https://bit.ly/3cgBMMy
WhatsApp:
https://bit.ly/3cQgiHa
Youtube:
https://bit.ly/391dOV