Depois de participar de duas reuniões com a Secretária Nacional da Família, Ângela Gandra, e um encontro com a ministra da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos, Damares Alves, a deputada estadual Betânia Almeida (PV) se encontrará nesta quarta-feira, 30, com a equipe da coordenação do Programa Famílias Fortes para tratar dos detalhes para implantação do programa em Roraima. 

O Famílias Fortes consiste em sete encontros semanais para famílias com filhos entre 10 e 14 anos que visa promover o bem-estar dos membros da família, fortalecendo os processos de proteção e construção de resiliência familiar e reduzindo os riscos relacionados a comportamentos problemáticos.

O Programa, elaborado pelo Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos em parceria com a universidade de Oxford (Inglaterra),  é desenvolvido a partir do treinamento de habilidades parentais e socioemocionais, favorecendo o desenvolvimento saudável de crianças e adolescentes, prevenindo comportamentos de risco.

A metodologia propõe sete encontros semanais. Inicia com pais ou responsáveis e os filhos separados. 

Os pais falam sobre expectativas de desenvolvimento dos filhos, práticas disciplinares apropriadas, controle das emoções e comunicação eficaz. 

Já os filhos tratam sobre habilidades para interação pessoal e social, metas, regras, dificuldades e qualidades dos pais, pressão dos amigos, modelos positivos e solidariedade.

Depois, juntos,  pais e filhos praticam as habilidades, comunicação e resolução de conflitos, além de atividades para aumentar a coesão familiar e o envolvimento positivo dos filhos na família.

Para a implementação do Famílias Fortes a Secretaria Nacional da Família estabelece parcerias com municípios, Organizações da Sociedade Civil e Instituições Federais.

Em Roraima, a deputada Betânia Almeida, presidente da Comissão de Defesa dos Direitos da Família, da Criança e Adolescente, é quem está à frente dos contatos para a implementação do Programa.  

“A família é a base da nossa sociedade, onde apreendemos valores básicos de convivência e relacionamento social. Nossa missão é fortalecer as nossas famílias de Roraima”, reforça a parlamentar.

A parlamentar, após essa reunião, dará sequência imediata para garantir a assinatura do Termo de Colaboração Técnica com o Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos.

Passo a passo

A primeira fase é a formação dos articuladores (responsável pela supervisão da execução e pelo preenchimento dos formulários e relatórios de monitoramento) e facilitadores (profissionais das áreas de assistência social, educação ou saúde) que irão atuar no Programa Famílias Fortes. 

O curso EAD (Educação a Distância) disponibilizado pela Secretaria Nacional da Família no AVAMEC (Ambiente Virtual de Aprendizagem do Ministério da Educação.

Todo o material didático (Manuais dos Facilitadores, Caderno de Atividades dos Pais, Caderno de Atividades dos Filhos, Kit com cartazes e cartões) é disponibilizado pela Secretaria Nacional da Família).

No caso dos facilitadores, pelo menos cinco profissionais das áreas de assistência social, educação ou saúde, vão atuar por cinco horas semanais para aplicar a metodologia com um grupo de até 15 famílias.

Durante a realização dos encontros, uma pessoa qualificada será encarregada de cuidar dos filhos menores de 10 anos, numa sala equipada com TV, com lanche e material de papelaria

Confira na íntegra, as Indicações e Projetos de Lei de autoria da deputada Betânia Almeida (PV):

Ano 2019:

PLs e Indicações (aqui)

Ano 2020:
PLs (aqui) e
Indicações (aqui)

Ano 2021:
PLs (aqui) e Indicações (aqui)

Por Ascom/DBA

Visite nossas Redes Sociais

Site Oficial: https://betaniaalmeida.com.br/
Facebook:
https://bit.ly/337Cng4
Instagram:
https://bit.ly/3iO6LC9
Twitter:
https://bit.ly/3cgBMMy
WhatsApp:
https://bit.ly/3cQgiHa
Youtube:
https://bit.ly/391dOV