A Ouvidoria da Assembleia Legislativa de Roraima está com os canais virtuais abertos à população que deseja registrar reclamações, dúvidas, denúncias, sugestões ou elogios as atividades desenvolvidas pelo Poder Legislativo. Por isso, coloca à disposição o telefone (95) 98120-0800 (WhatsApp) e/ou e-mail ouvidoria@al.rr.leg.br, de segunda a sexta-feira, das 8h às 18h.
Devido a pandemia, a equipe da Ouvidoria atuará de maneira reduzida, escalonada, para conter o avanço da covid-19 e manter os trabalhos do programa permanente da Assembleia Legislativa de Roraima. “Aqui nós recebemos a sugestão, as críticas, repassamos por e-mail ao setor responsável e temos até 30 dias para responder ao cidadão”, explicou a ouvidora-geral, deputada Betânia Almeida (PV).
Decorrido este tempo e se não houver resposta, a demanda será encaminhada à Corregedoria-Geral da Assembleia Legislativa, sob a responsabilidade do deputado Nilton SindPol (Patri). “Faremos de tudo para respondermos antes desse tempo”, garantiu Betânia Almeida.
A atendente Nívea Figueiredo faz parte da equipe e recebe as demandas da população. “Fica bem mais fácil a própria Casa atender às necessidades da população”, ressaltou. “Quando se trata de algo destinado à comunidade em si, é muito mais fácil o atendimento”.
Quais demandas são registradas na ouvidoria?
⦁ Pedidos de informações;
⦁ Elogios;
⦁ Reclamações;
⦁ Sugestões sobre atividades ligadas a Assembleia Legislativa;
⦁ Falhas ou ausência no serviço público;
⦁ Denunciar irregularidades;
⦁ Apontar incompatibilidades do serviço do Poder Legislativo; e
⦁ Queixas ou denúncias sobre o funcionamento dos serviços da Assembleia Legislativa.

Leia mais sobre os Projetos de Lei e Indicações Parlamentares de autoria da deputada estadual Betânia Almeida (PV)

Confira na íntegra, mais de 100 Indicações e cerca de 60 Projetos de Lei de autoria da deputada Betânia Almeida (PV):

Ano 2019:
PLs e Indicações
(aqui)

Ano 2020:
PLs (aqui) e
Indicações (aqui)

Ano 2021:
PLs (aqui) e Indicações (aqui)

Texto: Yasmin Guedes/SupCom-ALERR
Foto: Eduardo Andrade/SupCom-ALERR