A Assembleia Legislativa de Roraima (ALERR) analisa o projeto de Lei nº 89/2021, de autoria da deputada Betânia Almeida (PV), que inclui as gestantes e puérperas no grupo prioritário para vacinação contra Covid-19.

Segundo a parlamentar, que é procuradora Especial da Mulher e presidente da Comissão de Defesa dos Direitos da Família, com a pandemia de Covid-19, a gravidez é um fator de risco e morte, em caso de contaminação pelo vírus. 

“Por isso, os especialistas da saúde alertam que grávidas correm um perigo maior e deveriam ter prioridade no acesso a tratamento e vacinação”, justifica.

A deputada destaca ainda que é crescente o número de notícias de gestantes que, contaminadas pela Covid-19, têm agravado o seu quadro clínico, mesmo que não tenham comorbidades. “Uma situação perigosa para a mãe e seu bebê”, alerta.

De acordo com a medicina, o adoecimento grave das gestantes, como em qualquer doença sistêmica, pode comprometer a saúde fetal, incluindo os riscos associados ao parto.

Os dados comprovam, portanto, que as mulheres grávidas estão entre os grupos mais vulneráveis à Covid-19. 

“Por esse motivo, propomos por meio do presente Projeto de Lei que as mulheres grávidas e puérperas sejam incluídas nos grupos prioritários para vacinação contra Covid-19, para que assim possam receber a tão necessária imunização o mais rapidamente possível”, finaliza a parlamentar.

Confira na íntegra, as Indicações e Projetos de Lei de autoria da deputada Betânia Almeida (PV):

Ano 2019:
PLs e Indicações
(aqui)

Ano 2020:
PLs (aqui) e
Indicações (aqui)

Ano 2021:
PLs (aqui) e Indicações (aqui)

Por Ascom/DBA